segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Resenha - Teto para dois - (The Flatshare)

Livro: Teto para dois (The Flatshare)
Autora: Beth O’Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 400 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.
Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.
Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.
Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Esse é aquele livro, despretensioso, mas que te surpreende a cada nuance da história, neste livro conhecemos Tiffany ela trabalha em uma editora de livros e logo de cara a vimos em uma situação que com certeza já passou por sua cabeça ou que você conhece quem já passou por isso ... Tiffany mora(va) com o namorado (bicho-escroto) Justin, e ele pede para que ela saia, afinal ele a trocou por outra. Porém como Tiffany não tem dinheiro, tudo o que ela consegue que encaixa no seu salário ou é em lugares péssimo ou extremamente longe, e tudo fica muito inviável para ela. Então ela vê no jornal um anuncio para dividir o apartamento no bairro central de Londres.
Porem o acordo com esses dois é a coisa mais absurda que existe, Leon que mora no apartamento e precisa de dinheiro trabalha no período da noite e a Tiffany trabalha no período diurno, e como o apartamento só tem um quarto, o acordo foi: Tiffany dorme na cama no período da noite e sai para o outro dia para trabalhar e quando Leon chega do hospital ele dorme no período diurno. E todo esse acordo não foi feito entre Tiffy e Leon mas sim pela namorada de Leon a intragável Kay.







E como toda mudança ela chega carregada de coisas e é o que acontece com os dois, Tiffy com suas coisas aleatórias, e o único jeito dos dois se comunicarem é através de post-it. E confesso que esses post-it são engraçados e com o passar do tempo se tornam cada vez mais íntimos, pois ambos começam a compartilham anseios, conselhos e confidencias e mesmo com tudo isso eles nunca se encontraram.

Um ponto muito legal nesse livro é como é abordado o abuso psicológico, e conseguimos enxergar nitidamente de ambas as partes (tanto o quanto a Tiffy sofreu e quanto o Leon sofreu com a Kay, pois ela o manipulava também) e também é retratado a injustiça de um homem preso injustamente, mas calma, esses temas não foram jogados no ar, tem uma trama extremamente coerente e muito bem escrita.

Por fim, eu super recomendo o livro Teto para dois, pois é um livro divertidíssimo mas com abordagem importante para temas tão em alta.


E você, tá lendo?



terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Resenha - Ser ou Ter - eis a questão

Livro: Ser ou ter – Eis a questão
Autor: Manolo Quesada
Editora: Petit Editora
Páginas: 144 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: A certeza de que conquistaremos a evolução um dia é que nos faz caminhar e tentar, a cada nova oportunidade de encarnação, crescer como indivíduos, com mais conhecimento e valores adquiridos. Mas, para que isso se concretize, é preciso ter liberdade de ação. Deus, que nos conhece até o mais íntimo de nossa alma, que nos oferece tudo de que necessitamos, sabe que ninguém gosta de caminhar dentro de uma camisa de força, sem livre-arbítrio. O autor aborda, neste livro, justamente isto: nossa relação com o dinheiro nem sempre é feita de maneira livre e com bom senso. Muitas pessoas, em vez de usá-lo com liberdade, preferem escravizar-se a ele. Conscientes de que todos desencarnaremos um dia, é preciso encarar o dinheiro como algo que apenas usufruímos num momento transitório de nossa existência. Após deixarmos a existência terrena, levaremos conosco apenas o que é inerente à nossa alma, que são coisas imateriais. Nunca nos esqueçamos disso.

Comecei a ler esse livro, em um momento da minha vida no qual eu perdi um grande valor material, e sofri muito e confesso que ainda sofro, mas foi como um tiro certeiro que esse livro me tocou. Ele me fez enxergar o quanto eu sou fraca e materialista. Um bem material foi embora, mas outro futuramente virá, e não posso só ficar pensando na minha perda, estou tendo que reaprender muitas coisas, uma delas é ter paciência e saber entender o motivo que isso levou.

Eu conheci esse livro, depois de ter visto uma palestra do próprio Manolo, e ouso em dizer em que foi uma das melhores palestras eu já vi e participei, ele no seu tom brincalhão consegue explanar muito bem tudo o que vivemos e precisamos aprender.

Este livro, não é sobre um personagem ou uma história de ficção que tantas vezes lemos, o livro é quase como uma filosofia de vida, onde duras lições são dadas com passagens bíblicas e uma reflexão poderosa sobre o que você quer, que é SER ou TER.

E você, tá lendo? 




sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Resenha Um milhão de finais felizes

Livro: Um milhão de finais felizes
Autor: Vitor Martins
Editora: Globo Alt
Páginas: 351












Livro comprado por ser de autor nacional e porque sigo o Vitor Martins e acho ele um fofo! Simples assim...
O livro foi comprado em 2018 e por algum motivo ficou lá, quietinho na estante, até chegar dezembro e rolar um desafio no grupo Desafio das Estrelas, grupo do face, com  o desafio "Ler um livro lançado em 2018!!!
Sabe quando o livro te escolhe? Então, parece que o livro do Vitor saltou da estante direto para minha mão!!!
Vamos mergulhar na vida do adolescente Jonas! Ele terminou ou estudos mas por falta de grana não entrou na faculdade...
Mora com seus pais, mas vamos descobrir que apesar de ama-los o relacionamento é distante, seu pai gosta de futebol e cerveja, e sua mãe, uma dona de casa que tenta a todo custo agradar o marido. Seu prazer é ir para igreja, ajudar as "irmãs" e tenta fazer com que Jonas volte a frequentar novamente a igreja...
Jonas vive uma vida dupla! Em casa tenta parecer invisível aos olhos do pai, tenta se aproximar da mãe, mas teme decepciona-la. Só pode ser verdadeiro longe de casa, no trabalho ou com seus amigos, lá assume sua sexualidade...
A história se passa em SP, amei isso, fico me imaginando passeando na Paulista e encontrando Jonas!!!
Ah! Ele trabalha em uma cafeteria, próximo da Paulista (ou na Paulista) e é lá que encontrará uma pessoa que mudará sua vida!!!
Embora a história seja ficção, podemos sentir o quanto ela é real...Percebemos o jovem angustiado, tentando se esconder de um Deus, pois acredita ser um pecador, o medo de não ser aceito pelos pais e pela sociedade...A falta de perspectiva...Tudo isso podemos encontramos ao nosso redor, e faz com a leitura torne-se sensível, uma vontade de encontrar com Jonas e falar que vai ficar tudo bem, embora não fique, mas aprendemos a lidar com a situação, a olhar com outros olhos!
Ficamos na torcida para que outros jovens como Jonas encontre amigos que estendam aos mãos, que ofereça um ombro amigo...
O livro é narrado em primeira pessoa e de forma bem humorada!!!

E você Tá Lendo???

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

TBR de Janeiro

Demorou mas saiu!!!
Vamos conhecer nossas leituras para o mês de janeiro!!! Afinal, mês de férias...

Os desafios começaram, e lógico estamos participando de alguns, mas essa conversa é para um outro post...

Primeiro livro lido no ano!!! Sim, li em um dia...


Livro lido para o desafio proposto pela Mari do Instagram Maravilhosas Descobertas desafio I Dare You para o mês de janeiro que tem como categoria livros de suspense...E que suspense, já preciso dos outros livros desse autor...
Ganhei esse lindo no meu aniversário ,da minha prima...Já estava na minha lista e fiquei surpreendida com a história, outro livro devorado e lido em um dia, final surpreendente. Também faz parte de outro desafio que você também encontra no instagran da Mari.

Depois de leituras tensas, precisava dar um pouco de risada, e Julia Quinn é sempre a minha escolha! Também entra para o desafio de 52 semanas!!!

Queremos dar continuidade no projeto Lendo Jorge Amado em ordem cronológica!!! Tiramos uma pausa, outros livros entraram na frente, mas pretendemos avançar com o projeto...
A nossa próxima leitura!


E no meio de tanta correria vamos ficar Zen!!!

E nossas viagens continuam! Aguardem...

Beijinhos e até a próxima...

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Top 2019


Nossa última Blogagem Coletiva do ano!!!!
Na verdade deveria ter saído dia 22 como mostra a imagem mas não consegui!!!
Bem, vamos ao que interessa, pois 2019 foi um ano incrível em todos os aspectos!!! 

Eu sou a Ale e vou mostrar três livros inesquecíveis!!!


Um livro que irei levar para a vida!!!


 Não sei como explicar, mas é mágico!!! É um baita calhamaço, mas você não quer terminar...E não adianta tentar imaginar o que vai acontecer na outra página, seria algo impossível, uma história que te surpreende em cada página!!! Não temos resenha, até tentei mas nenhuma chegou a retratar o quanto essa leitura foi essencial para minha vida de leitor...


Graças aos clube de livros que participei esse ano li muito livro que não conhecia e que provavelmente não leria. Li, amei e me pergunto como demorei tanto para conhecer esse livro!!!


Essa história vai falar sobre a verdadeira amizade!!! Uma história sensível, um livro que deve ser relido...Além da história ser encantadora, arrisco a dizer que é o livro com a capa mais linda da minha estante!!!

E também houve aquele livro que comprei pela capa, sem nenhuma pretenção e quando comecei a ler foi supreendida, fiquei com uma "baita" ressaca, algumas semanas sem conseguir embalar em outra leitura pois a história não sai de mim...Mesmo agora descubro que a história não saiu, apenas não é egoísta e deixou outras entrarem também, pois sabe que o lugar dela jamais será preenchido por outro ou outras... 
Resenha
 Vou ficar por aqui, embora tiveram outras leituras incrivéis que durante o mês de janeiro vamos relembrar!!!

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Kindle Unlimited



Então é Natal ... e o que você fez ...

Eu confesso que não cumpri com a minha meta de leitura ...posso dizer que foi um ano atípico, tanto por problemas pessoais quanto compromissos profissionais no qual me fizeram não ter tanto tempo para me dedicar a leitura ... o que é uma pena ... pois sinto muito falta do tempo em que eu lia todo santo dia!

Mas como somos apaixonados por histórias/livros/personagens, como uma eterna romântica e com aquela fé inabalavel, eu assinei o Kindle Unlimited (Greice, sua louca!), e quando assinei eu achei que ... agora vou ler até no banheiro, pois bem, assinei faz 2 semanas e ainda não consegui baixar um livro para ler ... (acaba ano de 2019, por favor!).



Minha meta é conseguir ler na minha mini férias by banco de horas ... (entenderam pq foi um ano atípico) 15 dias de descanso só de banco de horas ...  e eu prometo que eu volto com resenhas novas ... e livros encantadores.

Eu vou explicar rapidinho o que é o Kindle Unlimited para quem não conhece ...

Funciona assim: você entra em um período de testes de 30 dias (ou assina por algumas promoções, como três meses de assinatura por apenas R$ 1,99) e pode baixar (no Kindle ou nos apps) os livros que você quer ler. Quando terminar, se quiser, pode devolver o livro para removê-lo da sua biblioteca. E você tem o prazo de 30 dias para ler o livro ‘emprestado’, depois disso você precisa renovar seu empréstimo.

Tenho alguns livros que eu quero muito ler, e confesso que o combo amazon prime vídeo + amazon music + amazon fotos + amazon unlimited, tá valendo muito a pena ... a plataforma streaming deles é maravilhosa (confesso que acho melhor que o Netflix), músicas sem propagandas e mais o armazenamento de fotos ... é o combo que os mais atarefados pediram !

Então, espero que vocês tenham gostado dessa epopeia da minha assinatura do Kindle Unlimited. E prometo ler mais no próximo ano!

E você, já assina o Unlimited ? Me conta ...




quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Resenha O Clube dos Oito

Livro: O Clube dos Oito
Autor: Daniel Handler
Editora: Seguinte
Páginas: 400







Leitura concluída no mês de novembro e que me atrasou todas as leituras porque pelo menos para minha pessoa não fluiu...Mas como era para o Clube da Seguinte queria muito ir com a leitura concluída, bem não consigui ir no clube mas com muita sofrência terminei o livro.
Gente essa é minha opinião pessoal, não desanimem ou não desistam do livro, já li livros que algumas amigas não gostaram mas eu gostei e vice-versa.

Vamos conhecer a história de Flanney Culp acusada de assassinato. 
Encontramos Flanney já presa escrevendo no seu diário como tudo aconteceu...

Flanney é uma adolescente, e como cenário vamos ter a escola, seu dia a dia com os amigos, suas paixões, o envolvimento com álcool e drogas...


Bem, durante a leitura fui me perguntando, se era aquilo mesmo que estava acontecendo, especulando o outro lado da história, pois a própria Flanney coloca em duvida a veracidade dos fatos...
Confesso que as primeiras cem páginas são bem arrastadas, mas depois a leitura engrena...
Fico a imaginar quantos "clubes" existe pelas escolas, pois, embora fictício é uma história bem comum em algumas escolas, o envolvimento com drogas, as "reuniões" na casa dos amigos quando os pais estão ausentes, o matar a aula...
O que nos faz ficar em alerta...


👉Imagens do Pinterest



E você Tá Lendo???

domingo, 22 de dezembro de 2019

Resenha O Diário de Nisha

Livro: O Diário de Nisha
Autor: Veera Hiranandani
Editora: Dark Side
Páginas:








Nossa leitura do mês de outubro para o grupo de leitura da MãeLiteratura em parceria com da editora Dark Side.
Vamos conhecer uma menina de 12 anos, Nisha metade hindu e metade muçulmana. No seu aniversário ganha de presente um diário do seu amigo Kazi, Kazi é o cozinheiro da família e muçulmano, Nisha o considera seu único amigo.

Imagem do Pinterest
Tímida e sem amigos encontra no diário seu refugio. E é nesses momentos que conversa sua mãe, que faleceu no parto... Nisha conta o seu dia a dia, através do seu diário...
Nos sentimos invadindo seu diário, sabe parece que estamos lendo escondidos, vamos conhecendo detalhes do seu dia a dia, conhecendo suas alegrias e seus medos... 

Imagem do Pinterest
Nisha tem um irmão gêmeo Amil, que adora desenhar e vivem fugindo dos meninos que praticam bullying com ele.
A história se passa no momento em que a Índia esta conquistando sua liberdade, mas, as guerras começam, hindus e muçulmanos não podem ser mais amigos, e Nisha não entende e eu também não, porque não posso ter um amigo muçulmano ou amigo negro ou um amigo branco.
Como seu pai é hindu, eles se veem obrigados a mudar do "país", sua casa não é mais segura, e sua família é obrigada a deixar tudo para trás e caminhar para a "nova Índia".
Iriam fazer a viagem de trem, mas, ficam sabendo que não é mais seguro fazer essa viagem, invasões e mortes acontecem a todo segundo...

Imagem do Pinterest
 A leitura é emocionante, me pergunto porque tanta violência, assim como ela, também acho difícil entender, porque não podemos nos dar bem com todo mundo, porque temos que escolher um lado..
O mais triste é que a história não é apenas ficção, Veera baseou-se na história da sua família ao escrever esse livro. Mais de 14 milhões de refugiados cruzaram a fronteira e pelo menos 1 milhão morreu nesse percurso. 
Imagina quantas Nisha existiram!!!
Não deixem de ler esse livro!!!



E você Tá Lendo???

domingo, 8 de dezembro de 2019

Resenha - A Playlist da minha vida

Livro: A Playlist da minha vida
Autora: Leila Sales
Editora: Globo Alt
Páginas: 312 páginas
Nota: ★★★★

Sinopse: Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop e rock, único território em que Elise se sente confortável e confiante.

Eu lembro que quando eu baixei esse livro no meu kindle, ele estava free .. então deixei na minha eterna lista de leituras que um dia eu vou ler (eu tenho fé.), irritada com a situação que a minha biblioteca no kindle só aumenta, eu decidi intercalar a cada 1 leitura de livro físico, eu vou ler 2 ebooks. E esse foi o primeiro da lista, e eu estou me perguntando, por que eu não li antes.

Nesta história conhecemos a Elise, uma mocinha de 15 anos, que vive 3 vidas em uma só, uma em casa, onde sua mãe casou-se de novo e com isso ela ‘ganhou’ mais dois filhos, outra no meio estudantil onde fez o possível para ser aceita, comprou novas roupas, sentou-se no meio do ônibus escolar até tentou mudar um pouco seu estilo musical, mas nada aconteceu e a última Elisa, uma badalada DJ, onde todos a adoram.

Mas antes de Elise passar a ser a badalada DJ ela precisa superar muita coisa, o abandono do pai que é músico, a mãe que não liga para o que acontece com a filha, o bullying sofrido na escola por sempre ter uma personalidade diferente, o abuso que a vida nos pega. Diria que esse livro eu daria para todos os adolescentes lerem, pois não importa o quanto façamos para nos ajustar no meio em que convivemos, certas coisas nunca irão mudar, não mude seu jeito de ser para ser aceito (a) no convívio social. Seja autentico.

“As pessoas são aquilo que são. Não importa o quanto você tente, é impossível transformá-lo naquilo que você quer que elas sejam...”

Gostei da narrativa, no primeiro contato, parece que estamos lendo um conto de adolescente, mas com o decorrer da história, vimos no quanto um livro para o pessoal juvenil ainda é tão atual para nós adultos. Um livro incrível, muito ardiloso para abordar certos temas, mesmo que de forma leve e nos mostra o valo de uma amizade verdadeira.  

Preciso ressaltar, que o livro conta com uma trilha sonora maravilhosa para os apaixonados pelo bom e velho rock’n’roll (eu!), tem The Smiths, The Cure, entre outros ...



Leiam e se apaixonem.


E você, tá lendo? 

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Viajando pelo Brasil #06

Essa resenha faz parte do nosso projeto Viajando pelo Brasil. 
Se você ainda não conhece o projeto vem aqui!
Estamos conhecendo os escritores da Região Nordeste, e para representar Ceará escolhemos Rachel Queiroz! 

O livro foi publicado em 1975! E que delicia foi ler esse livro, parece que as palavras possuem um certo ritmo, uma certa melancolia...
A história é divida em três partes, todas narradas por Maria das Dores, ou como prefere ser chamada Dôra.

Dôra é uma jovem simples que vive na fazenda Soledade, no agreste nordestino no interior do Ceará, sob o domínio de sua mãe. Percebemos que ambas são bem distantes e Dôra a trata como Senhora...A muito tempo deixou de chamar de mãe...

A primeira parte é o livro de Senhora, onde fica claro seu relacionamento com a mãe, sua adolescência, a vida na fazenda...Dôra perdeu seu pai ainda criança, e foi criada com total indiferença pela sua mãe...
Depois vamos ter o livro da Companhia, vamos acompanhar a trajetória de Dôra para o Rio de Janeiro e depois a ultima parte o livro do Comandante, vamos conhecer seu grande amor e seu retorno para a fazenda.
"Bem, como dizia o Comandante, doer, dói sempre. Só não dói depois de morto, porque a vida toda é um doer." Página 09
Então é isso!
Para onde será nossa próxima viagem?
E Você Tá Lendo?