sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Resenha - A Caçadora de Dragões

Livro: A Caçadora de Dragões
Autor: Kristen Cicarelli
Páginas: 384
Editora: Seguinte







Essa foi nossa leitura de julho para o Clube do Livro da Seguinte que ocorre todo mês, aqui em SP!
É o primeiro volume de uma trilogia de fantasia. Quebrei minha promessa, pois tinha falado que só começava a ler quando todos os livros tivessem sido publicados e infelizmente não é o caso dessa trilogia...Então antes de ler me preparei mentalmente para sofrer e saber que teria que esperar talvez mais de um ano para acalmar meu coração...


Foto retirada do Pinterest

Vamos mergulhar em uma história onde os dragões já foram amigos dos humanos, mas agora, para azar nosso não são mais...
Foto retirada do Pinterest

 Vamos conhecemos Asha, princesa e herdeira do trono que tem a missão de lutar e defender seu povo do mal causado pelo dragões.Asha tem uma forte ligação com os dragões. 

Quando era menor, tinha pesadelos e para acalmar sua mãe contava histórias, aquelas bem antigas que talvez nossa avó já tenha contado para nós um dia...O problema é que histórias antigas no reino de Firgaad, atraem os dragões...
Kozu o mais terrível e temido dragão foi atraído pelas história e causou o pior ataque já sofrido pelo reino...
Agora Asha já não é a menina inocente, já não tem mais sua mãe ao seu lado, e o pior, está prometida para um verdadeiro tirano...
"Precisamos sofrer grandes dores para nos fortalecer contra a maldade." Pág. 131
O rei propõe uma acordo! Exato, seu próprio pai, propõe um acordo para a doce Asha...A cabeça de Kozu em troca da quebra de aliança...

A história contada assim pode parecer simples, mas estão completamente enganados...
É uma história fantástica!!! Onde a fantasia encontra a realidade...

Traições, mentiras, preconceito, culpa, perdão...São os ingredientes dessa história...

Já temos o segundo livro dessa trilogia!


Breve resenha
E você Tá Lendo?



domingo, 3 de novembro de 2019

Resenha: A Casa do Escritor -(#3 série – Violetas na Janela)

Livro: A Casa do Escritor (#3 série – Violetas na Janela)
Autora: Vera Lúcia Marinzeck.
Editora: Editora Petit
Páginas: 248 páginas
Nota:★★★★★

Sinopse: Continuação das obras Violetas na janela e Vivendo no mundo dos espíritos, neste livro, Patrícia, já ambientada em sua nova morada, apresenta seu cotidiano em uma nova etapa de aprendizado no plano espiritual: a colônia de estudo "A Casa do Escritor". Lá inicia os primeiros passos para escrever sua história no outro plano da vida, aprende a trabalhar nesse intercâmbio com o médium psicógrafo e entende a responsabilidade sobre o que seja transmitir uma informação.

“Não conseguimos compreender que as dificuldades, quando não criadas por nós mesmos, são por via de regra instrumentos da natureza que não nos deixam cair na inatividade, pois a monotonia é a própria morte. A natureza é a vida que se renova incessantemente.” 
Neste livro,“A casa do escritor”, o espírito Patrícia, que desencarnou ainda jovem por conta de um aneurisma , nos conta sobre como foi o processo de aprendizagem para se tornar uma escritora de livros espíritas, na verdade, uma co-autora, já que ela dita seus livros para um escritor encarnado (que é sua tia). Eu tinha curiosidade de saber como acontecia essa interação entre o espírito e o escritor, e após a leitura essa curiosidade foi sanada em partes. No livro, Patrícia relata que há uma espécie de escola com cursos para ser escritor, além de contar histórias de espíritos com os quais encontrou enquanto fazia um dos cursos e falar sobre as belezas do mundo dos espíritos.

E mais uma vez, a paz que esse livro nos dá ao ler é impressionante, o aprendizado do espírito, a calma como tudo é contado, nos faz crer que quando desencarnamos, não será o fim e sim o começo para que sempre evoluirmos, como espírito e como um futuro ser humano.

Uma das partes que mais me marcaram, foi quando o espírito da Patricia, consegue se lembrar da onde que conhecia o Frederico, e a sua história me fez pensar muito sobre o perdão, o quanto ainda somos falhos em não enxergar todos os fatos de uma história, e sempre achar que a nossa opinião e pensamento são únicos e somos o dono da razão. Nossas palavras e pensamentos, são armas poderosas, no qual precisamos estar atento a tudo o que falamos e ouvimos.

“Como num acender de luzes, compreendi que a alegria perene não pode estar ligada a pessoas ou coisas. Não pode depender de estímulo nenhum para que aconteça. É um estado de ser em ventura, sem limites, por saber compreender. É viver a vida pela vida e não para ganhar alguma coisa ou atingir um fim.”

Essa é a aquela série que você precisa ter e quando estiver desanimado, abra em alguma página, é certeza que alguma passagem do trecho escolhido vai aquecer e acalentar o seu coração e sua alma.


E você, tá lendo? 

domingo, 27 de outubro de 2019

Resenha: O homem de lata

Livro: O Homem de lata
Autora: Sarah Winman
Editora: Faro Editorial
Páginas: 160 páginas
Nota: ★★★★

Sinopse: Eu sabia que estava perdendo o controle do meu coração. Estava apaixonado. E era o homem mais feliz da terra.” O mágico de oz em 1963, Ellis e Michael eram dois garotos de doze anos que se tornaram grandes amigos. Durante muito tempo, sempre foram apenas os dois, andando pelas ruas de Oxford, um ensinando ao outro coisas como nadar, descobrir autores e livros e a esquivar-se dos punhos de seus pais dominadores. Até que um dia algo muito maior que uma grande amizade cresce entre eles. Mas então, avançamos cerca de uma década nesta história e encontramos Ellis, agora casado com Annie, e Michael não está mais por perto. O que leva à pergunta: o que aconteceu nos anos que se seguiram? Esta é quase uma história de amor. Mas seria muito simples defini-la assim

Confesso que comprei esse livro por impulso nas minhas férias, pois estava em promoção na saraiva, todo os livros da editora Faro, estavam pela bagatela de 9,90 ... gostei da capa, gostei da sinopse e resolvi arriscar.

No começo da história, vemos claramente o machismo reinando na época de 1950, quando Dora Judd ganha em um sorteio a possibilidade de escolher entre uma garrafa de whisky ou um quadro de girassóis (que traz a referência do quadro de Van Gogh), com isso quando chega em casa com seu ‘marido’, ele parte para cima do quadro, pois ficou emputecido por sua esposa não ter escolhido a garrafa de whisky para ele ... ridículo no mínimo, porém esse fato vai ser lembrado em toda o enredo dessa história.

E então demos um pulo para o ano de 1996. Onde conhecemos Ellis um homem devastador por perdas, então é um ser humano, triste, solitário e totalmente sem rumo, vivendo um dia por vez, mas naquela miséria de não ser feliz em nada do que fez e vive no passado.
Então conhecemos a história de Michael em como ele entrou na vida de Ellis, transformando todo cinza na vida de Ellis em um arco-íris, aí você me perguntam ... É até difícil de se resenhar sem entregar as surpresas do porquê do rompimento dessa amizade dos dois, e do porquê que o começo do livro foi na época de 1950 e até mesmo o quadro de girassol tem a haver com tudo isso.

É um romance intimista, e por trazer tão poucas páginas, não te ‘enrola’, e com isso faz que a cada revelação  você precisa parar, pensar e entender e te faz questionar o que é realmente ser feliz e o que faz você ser feliz, para uns um sorriso é suficiente, para outros ter milhares de reais na conta, isso é felicidade.



Recomendo essa leitura, mas leia sem pretensão e com o coração aberto, tenho certeza que se eu ler esse livro daqui a alguns anos, o sentimento que eu tive de lê-lo, vai ser diferente no futuro.

E você, tá lendo?




quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Resenha - A Bruxa não vai para a fogueira neste livro

Livro: A Bruxa não vai para a fogueira neste livro.
Autor: Amanda Lovelace
Editora: Leya
Páginas: 208







Vamos de poesia! Não se trata de poesias fofas, que faz com que você fique a suspirar...São poesias fortes, que veem como furacão, arrancando você do seu conforto, fazendo com essa inércia comece a enfraquecer, fazendo com que você comece a questionar: "Quem são as bruxas"?!

Segunda livro da autora, o primeiro lemos, amamos e resenhamos!!!



Resenha
Esse livro vai trazer temas polêmicos como violência domestica, abuso sexual, cultura do estupro...Também vai mostrar que podemos ser forte e romper com toda domesticação...



Antigamente, mulheres sábias eram consideradas bruxas e iam para fogueira...Hoje já não existe a fogueira propriamente dita, mas as mulheres sábias ainda incomodam e Amanda Lovelace nos mostra através da sua poesia que temos força para apagar o fósforo...


"...esta é uma história 
simples

na qual as mulheres
lutam contra

a estrutura
criada pelos homens,

que permaneceu
muito mais tempo

do que devia." Página 15



💗  Imagens do Pinterest

E você Tá Lendo?

sábado, 12 de outubro de 2019

Resenha Tiger Lily

Livro: Tiger Lily

Autor: Jodi Lynn Anderson

Editora: Morro Branco

Páginas: 313




Sabe as vezes compro livro pela capa, mas esse foi o primeiro que comprei pelo marcador... Ganhei o marcador em alguma feira de livros e fiquei tão apaixonada, que fui atras do livro...

Foi minha primeira leitura do mês de setembro e confesso que fiquei com uma bela ressaca, fazia tempo que não ficava tão envolvida com um livro...

Uma história de amor, sim! Um final feliz, talvez...



"...Esta é uma história de amor, mas não como as que você já ouviu. O menino e a menina estão longe de ser inocentes. Vidas amadas são perdidas. E o bem não vence." Página 14.

Quem vai contar a história é Sininho,e nas primeiras páginas já me encantou... O livro é meio lento, não espere grandes aventuras com Peter Pan, pois, o livro não é sobre ele e sim sobre uma menina que usa penas no cabelo...


Vamos conhecerTiger Lily ainda criança foi encontrada sozinha na floresta e cresceu na tribo dos Comedores de Céu, criada pelo Xamã Tic Tac. A tribo é cheio de regras, normas e costumes que devem ser seguidos e obedecidos...

Certo dia andando pela floresta Tiger encontra Peter Pan, ali nasce uma amizade pura que virá um grande amor...

Temos aqui um grande problema, ele é livre, ela pensa que é livre... Uma tribo não conhece a outra, mas também não aceitaria a outra, preconceitos , costumes diferentes, alguém vai ter que abrir mão de muita coisa para ser feliz... 



"...Você pelo menos precisa ter a chance de lutar." Página 99

Fico me perguntando será que temos chance de lutar! As vezes, estamos tão enraizados, que por mais que saibamos ser necessário, não temos força...Não vemos solução...

Decepções, traições, perdas, tudo em uma história só...

Nas entrelinhas, há uma outra história...Percebemos como é fácil manipular uma "tribo", se fazendo de bonzinho, como uma democracia, vira uma ditadura... Tudo começa sutilmente, quando percebemos, os danos são irreparáveis...

"...Mas Deus trabalha de maneira misteriosa" Página 159

É necessário perdoar e seguir em frente...

É mais que necessário que vocês leiam esse livro...



E você Tá Lendo?

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Resenha - Todas as cartas de amor

Livro: Todas as cartas de amor
Autora: Barbara Biazioli
Editora: Editora Angel
Páginas: 170 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: A livraria Mozley era a primeira casa de Holly Mitchell. Ali, ela tinha a liberdade de viver entre o que mais amava: os romances. Conhecer novos personagens – ou revisitar os seus preferidos – era mil vezes mais seguro do que a vida real, que havia sido dolorosa com ela. Quando é convidada por uma amiga da época do colégio para ser sua dama de honra, Holly tem a chance não só de rever velhos conhecidos, como de, depois de um longo invernal tempo, finalmente viver a sua própria aventura.   Como irmão da noiva, David Coben deveria ser um anfitrião exemplar, mas o seu lado conquistador sempre falava mais alto e, a bem da verdade, as mulheres se jogavam nele. Ao reencontrar a amiga nerd de sua irmã, ele tem a grata surpresa de se dar conta de que ela ainda gostava de se esconder atrás de seus livros, mas sua conversa era muito mais agradável do que das outras mulheres; ela
usava óculos para leitura, mas o brilho de seus olhos o fascinava de uma maneira desconhecida; e os seus lábios eram os mais doces que ele já havia provado.   Holly preferia a proteção das páginas dos romances. David queria que ela vivesse uma grande aventura. Com ele. E quando começam a trocar cartas à moda antiga, e as palavras passam a fazer sentido para ele, David se vê irremediavelmente preso ao mundo de Holly, entre livros, viagens, chás e as preciosas cartas de amor.

Assim que foi anunciado o novo da Barbara eu fiquei eufórica, porque é uma mescla de sentimento a cada lançamento, é aquele amor profundo, que eu não sei explicar, é uma mescla de sentimentos aquele medo, porque eu sei que vou devorar o livro e ele vai acabar e eu vou consequentemente sofrer até o próximo lançamento, mas enfim ... e como previsto, eu devorei o livro no último domingo ... mas vamos lá.

Nesta história conhecemos Holly Mitchell uma menina linda de coração puro e apaixonada por romances, trabalha em uma livraria que é sua paixão, e logo no começo temos o casamento de sua melhor amiga, Zoe que a convoca para ir até o Resort onde será o casamento e ela será uma dama de honra. E um ponto alto são os convidados do casamento, pois são todos os amigos e amigas de escola os convidados do casamento, e quem nunca se encontrou depois de 10, 15 anos com aquela turma que tanto nos alegrou na sala de aula. E nisso tudo ela conhece, melhor dizendo ela (re)conhece o irmão de sua melhor amiga David, o administrador dos negócios da família, porém mulherengo, no casamento ele se vê em uma emboscada, um antigo ‘caso’ aparece no casamento e ele pede para Holly se passar por sua noiva de mentira, porem Holly nunca foi o tipo de mulher que ele se interessaria, uma nerd, como ele mesmo a denomina, porém com o passar dos dias no resort ele percebe que por trás daquele óculos e do livro na mão, existe uma mulher cuja a conversa nunca é sobre coisas banais, possui assunto e sabe responder a altura quando é provocada.
Zoe se casa e na festa é cercada por uma tensão tão palpável, mas que nenhum assume, e cada um segue seu caminho (ou tenta né) ..., mas a vida é uma caixinha de surpresas ...

Holly se vê perdidamente encantada pelo irmão de sua melhor amiga, que amorosamente o chamamos de cowboy, e cada nova façanha que ela descobre sobre ele, sua admiração aumenta mais (e nossa também), porém eles não trocaram nenhum contato desde o fim da festa de casamento, nem ao menos um adeus no café da manhã do resort, e Holly vê sua fuga nas páginas dos livros e no trabalho na livraria. Porém nem para David está sendo fácil esquecer Holly, eles nunca tiveram nada, mas sonha acordado com ela e então decide ir visita-la em Atlanta, nessa parte vemos a construção do relacionamento dos dois, os dois tem medo de se apaixonar por já sofrerem muito no passado ao confiar em pessoas que não forem legais com eles. E é no dia-a-dia, nos encontros de finais de semanas, que a atração se torna amor e paixão, e eles passam a namorar de verdade.

Mas como sempre a autora quer nos pregar alguns sustos, tudo estava muito bem, apesar da correria dos encontros, pois ela mora em Atlanta, e ele administra as empresas da família no Texas e em Virginia, e fora as viagens para outros lugares que precisa fazer para empreender o negócio da família. Em um desses encontros, Holly vai para ao banheiro de um restaurante e na volta e vê uma loura glamorosa conversando animadamente com David e pedindo para eles se encontrarem depois, ele ficou boquiaberto, mas não deu nenhuma chance de um encontro futuro, mas como é a mente de uma mulher, basta ouvir meia frase para pensarmos absurdos entre outras coisas, então ela decide que esse seria o último final de semana deles, porém não fala nada para o David, e decide simplesmente sumir e a ignorar qualquer meio de contato com o David, simplesmente por não se achar na altura de David, nessa parte a autora foi maldosa, fiquei com os olhos marejados ao ver o sofrimento de Holly e sentir sua dor. Mas você acha que David ia deixar barato esse sumiço da mulher que ele ama, claro que não, ele vai para Atlanta atrás de Holly para saber o aconteceu, e quando eles se encontram é tiro, é porrada e é bomba, mas o amor sempre fala mais alto. Então, ele faz uma proposta para Holly para que ela se mude com ele para o Texas na fazenda que ele adora e ela também, junto com seus 3 cachorros e seu gato marrento que tanto me apeguei rs.

E com o passar do tempo, eles se casam, ela se firma como uma blogueira de sucesso com resenha dos livros que tanto ama e também é contratada por uma editora para ser um tipo de ‘headhunter’ dos autores, um trabalho com qual qualquer quer um que ame esse universo, seria incrivelmente feliz de trabalhar.

Eu não vou contar o motivo que o livro se chama Todas as cartas de amor, mesmo porque seria um spoiler que ninguém me perdoaria. Então leia e vocês vão entender. Ah devo dizer também que eu no final do livro eu não acreditei o ela fez, ela foi má, muito má, eu chorei como a tempos não chorava, e algum anjo misericordioso a iluminou pois até o segundo epilogo eu era igual um pinscher, metade ódio e metade tremedeira de tanto que engoli o choro.  

Ah, eu não comentei sobre os personagens nessa resenha, foquei muito mais no casal mais fofo que conheço (tirando o nosso alfaiate Tom Damon com seu inesquecível Chá de lima da pérsia e o nosso eterno Edmund com suas flores e sua paixão), mas os personagens secundários são aqueles amigos que todo mundo tem, Zoe aquela amiga que pode passar tempo que vocês não se vejam mas quando se encontram é como se o tempo não tivesse passado, Ern (o dono da livraria que Holly trabalha(va)), é aquele nosso supervisor que tanto gostamos e sempre sabe se você está bem ou não, James, é aquele amigo querido que as vezes pode ser até aquele amigo que era o mais feio e se torna o cara mais gato, mas que geralmente joga no time adversário rs. Neste livro, espero que você que espera por um amor (e para aqueles que já encontraram), que conheçam (e tenham) muitos cowboys e nerds e com algumas complicações como a Evelyn na vida de cada um, pois como é dito no filme Mulan “ A flor que desabrocha na adversidade é a mais rara e bela de todas”.

E para finalizar, quero parabenizar o trabalho da editora que foi de uma delicadeza imensa, o livro está lindo, a diagramação e a capa é maravilhosa, e um ponto alto que eu amei é a referência de vários trechos da autora que eterniza no coração das eternas românticas incorrigíveis, nossa eterna e amada Jane Austen. E só mais um adendo, esse livro entra no meu top 10 dos melhores livros que já li.



Ficou curioso para ter esse livro, compre pela editora – Todas as cartas de amor


E você, tá lendo?


domingo, 6 de outubro de 2019

TBR de Outubro

Livros separados! Outros livros surgirão durante a trajetória? Sim, sempre...
Então por que fazer TBR???
Simples, nós queremos...

  • Desafio Lendo Nacional - O Garoto quase atropelado. Segundo livro desse autor aqui no blog e teremos outros...Autor muito simpático, uma escrita agradável, livros que te fazem chorar...Falamos de outro livro do Vinicius aqui.

  • Alice no País das Maravilhas - Livro para o clube de leitura da Claudia do blog Mãe Literatura em parceria com e Editora Dark Side e livraria Curitiba.



  • Cinco Júlias - Para o clube do livro da Seguinte!
  • Para o nosso Projeto Viajando pelo Brasil escolhemos um livro da Rachel de Queiroz. Vocês já sabem onde será nossa parada?

  • Barbara Biazioli lançou mais livrinhos. Vocês sabem que ela é nossa queridinha!!!
Vamos ficando por aqui!!!!

E Você Tá Lendo?


terça-feira, 1 de outubro de 2019

Resumo de Setembro

Setembro chegou, tranquilo como o  mineira, mas, certeza que encontrou com o paulista e partiu correndo...As flores ainda não chegaram por aqui, e já estamos lá, ouvindo risadas, algazarra começou, outubro chamado de mês das crianças, que venha trazendo a inocência, o riso sincero, a expectativa de um mês melhor....


E o que aconteceu por aqui???
Falamos da nossa TBR e para nossa surpresa ultrapassamos!!! Todos lidos e a maioria resenhado!!!



  • Livro queridinho do mês, do ano! Um livro que comecei sem expectativas mas ganhou meu coração...Estava na TBR e a resenha sai esse mês...
Breve resenha
  • Livro da nossa TBR! Lido e resenhado!!! Escrita surpreendente,vamos ter mais livro desse gênero. Livro 1 e 2!
Resenha
Resenha















Essa leitura fez parte da TBR de Agosto (falamos disso aqui), e também foi o livro escolhido para o Clube de Leitura MãeLiteratura em parceria com a Editora Dark Side. Agora com resenha!

Resenha
  • Livro que vai mostrar como o excesso pode ser prejudicial...Aqui temos uma religiosidade absurda, uma história de violência, machismo mas também vai falar de perdão...Também ficou sendo um dos meus favoritos.
Resenha
  • Mostramos o que entrou de novo na estante do blog!!!
Livro novos

Fora isso, lemos bastante e esperamos que outubro vá mais com calma e que a gente possa passar mais vezes por aqui!!!
Lemos:
  • Violetas ao vento! Para o desafio aqui do blog, ler pelo menos um livro nacional por mês.
  • Adoro poesias, mas raramente leio. Setembro li A bruxa via para a fogueira neste livro.















  • Não estava na TBR, mas sim na minha listinha de desejados e tive o prazer de ganhar em um sorteio....
  • Em algum lugar das estrelas!!! Para o  Clube de Leitura MãeLiteratura em parceria com a Editora Dark Side para o mês de setembro, constava na nossa TBR e só posso adiantar que o livro é maravilhoso.
  • A Rainha Aprisionada - volume 2 da trilogia Iskari. Se você não conhece, por favor, corra e comece a ler...Fantástico!
  • Amar, verbo intransitivo. Para o desafio do grupo Desafio das Estrelas que acontece lá no face...Livro bom, mas uma leitura bem mais complicada, exige sim,uma maior atenção... O desafio, ler um livro de um autor já falecido...
Ufa! Nosso mês rendeu bastante!!!

E você Tá Lendo?

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Novos na Estante de Setembro

Em algum momento desse blog falei que só compraria livros a cada dez lido!!! Esqueçam isso...Estamos comprando sim...Livros maravilhosos, e estamos bem, obrigada!!!
Cansada de ouvir, "nossa outro livro", "você já leu todos"...
Sabe como estamos?


Então, vamos mostrar para vocês, o que temos de novo...
Bienal teve mais lançamento da nossa linda Barbara Biazioli



E lógico o nosso já está aqui!!! 



A Gre virou fã da escrita da Vera Lucia (tem resenha de um de seus livros aqui) e comprou mais dois...Aguarde que em breve sai resenha...


Depois de ler o primeiro volume da trilogia Iskari, não tinha como não ler o segundo! Livro comprado, lido e já resenhado...E o terceiro volume??? Editora Seguinte por favor nos dê noticias..
.
Depois de ler 1+1 A matemática do amor, ficamos completamente apaixonada pela escrito do Vinicius e queremos todos os livros...Por aqui chegou mais um...


A Dark Side é uma das editoras queridinhas!!! Fica difícil resistir!!! Ainda mais quando os livros são indicações para o próximo clube do livro...
  • O Diário de Nisha é leitura do clube para outubro.

  • Alice no País das Maravilhas também para o clube. Será nossa leitura de dezembro.

Até que nos comportamos!!!

E por aí, rolou comprinhas???





domingo, 29 de setembro de 2019

Resenha - Vivendo no mundo dos espíritos (livro #2 - Violetas na janela)

Livro: Vivendo no mundo dos espíritos
Autora: Vera Lúcia Marinzeck
Editora: Petit
Páginas: 272 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: Sequência de Violetas na janela, a obra traz um novo relato do Espírito Patrícia quanto à sua trajetória no Mundo dos Espíritos. Patrícia descreve em detalhes seus estudos, por meio do qual o leitor irá conhecer e melhor compreender elementos como o Umbral, desencarnação, reencarnação, as colônias, os postos de socorro, entre outros.

Eu enrolei para fazer essa resenha, pois não sabia expressar em palavras o quanto foi maravilhoso ler esse livro, Vivendo no mundo dos espíritos é a continuação do livro Violetas na Janela, no qual resenhamos aqui, e nos traz uma lição lindíssima sobre o amor ao próximo, o quão bom é ajudar alguém próximo de você e nos faz refletir muito sobre nossas ações.

Mesmo sem ter o conhecimento espírita, conhecemos muito sobre o Umbral (inferno), o porquê que as almas são enviadas para lá, as colônias de morada, postos de socorro, sobre reencarnação, a lei de causa e efeito, entre outros. Mas calma, mesmo você não sendo espirita, você vai se encantar com o decorrer desses fatos e ficar imaginando tudo isso.

Se você viu o filme Nosso Lar (que está no Netflix, por sinal) e gostou, você vai se apaixonar por essa série. Como disse anteriormente, eu nunca tinha lido nada espírito e estou apaixonada pela forma fluída, simples e intimista que é narrado os fatos página a página.


Leiam e se surpreendam.