domingo, 15 de julho de 2018

Resenha O Conto da Aia

Livro: O Conto da Aia
Autor: Margaret Atwood
Editora: Rocco
Pág.366


Essa leitura fez parte do Projeto Livros e Mulheres que a Paloma do Instagram Ourbookself  propôs e como esse livro estava na nossa listinha infinita  aceitamos na hora...
Confesso que durante a leitura tive que parar e tomar folego.. Embora não seja um livro de terror, muitas vezes, fiquei incomodada e temerosa...
O livro já é antigo, teve sua estreia em 1985, mas, recentemente virou série e também o queridinho de muitos... E porque fiquei temerosa? Por que a historia é mais do que real e pode realmente vir a acontecer...



Pelo que entendi os Estados Unidos sofre um golpe de estado (estamos vivendo algo perto disso?) e a partir daí quem assume tudo é um novo estado chamado Gilead. Gilead é regido por um sistema teocrático, ou seja, temos um país que é submetido as normas de uma religião especifica. 
Esse sistema chega com tudo, para nós, podemos dizer que surgiu do dia para a noite, mas, não se enganem ele já estava sendo tramado, debaixo dos nossos olhos, mas, estamos sempre tão atentos aos acontecimentos que são "jogados" na mídia, que muitas vezes não tomamos ciência do que esta acontecendo... Um líder politico preso, uma competição esportiva acontecendo e homens poderosos trabalhando na surdina. E nós estamos onde?
"Nós dormimos no que antes havia sido o ginásio esportivo" Pág. 11
É assim que inicia-se a narração! Já dá pânico!!!
Vamos conhecer Offred, uma mulher de 33 anos, mas, esse não é o nome dela, nessa sociedade as mulheres não tem nome ou direito algum, são objetos... Offred é uma Aia. Sua função procriar...
Isso mesmo, estamos vivendo em uma sociedade destruída pela poluição, com danos irreversíveis (parece familiar?) e um dos danos é a esterilidade em massa. Não existe uma sociedade livre, tudo gira em torno das casas dos Comandantes. E a Aia é sua propriedade, veja bem, é apenas um objeto cuja função é procriar, o comandante tem sua esposa mas, essa é estéril, então cada comandante tem sua Aia... A história parece tão absurda, mas, conforme vamos lendo e entendendo percebemos o quão verdadeira pode se tornar...
E o pior, os governantes, usam um trecho da bíblia (lembram, estado teocrático)  para justificar esse ato extremamente desumano, covarde...


Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, se não morro.
Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel, e disse: Estou eu no lugar de Deus, que te impediu o fruto de teu ventre?
E ela disse: Eis aqui minha serva Bila; coabita com ela, para que dê à luz sobre meus joelhos, e eu assim receba filhos por ela. Gênesis 30:1-

Durante a história vamos conhecendo Offred antes do golpe, a história vai sendo alternada entre passado e presente...Entre essa idas ao passado, vamos descobrir que ela teve um marido e uma filha, ou seja, levava uma vida normal, como a nossa...

"Foi preciso tão pouco tempo para mudar nossas ideias a respeito de coisas como essa.
Então eu penso: eu costumava me vestir assim. Isso era liberdade." Pág. 40





Super recomendamos essa leitura!!!
E você Tá Lendo?


 

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Projeto Clube 13 - Livro #6 - Domino


Projeto Literário: Clube 13
Livro #6 – Domino
Autora: Barbara Biazioli
Editora: Independente
Páginas: 245 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: Em meu apartamento na Quinta Avenida, no Palácio Hanzel ou no local à escolha da dama, sexo era o prato do dia.
Eu disse dama, no singular? Coloque um S no final e você terá meu tipo favorito.
Minha vida era perfeita dentro do caos em que eu vivia: trabalho, viagens, mulheres.
Até que surgiu ELA...
Tudo era AMOR
Fui criada para presidir os negócios da família. Mantenho as mesmas amizades da época do colégio, sou super protegida pelo irmão mais velho.
Só pelo irmão? Acrescente pelo menos meia dúzia de amigos dele e você chega perto de descobrir como me sinto cada vez que tento arrumar um namorado.
Minha vida era perfeita até que meu coração, duelando com a razão, decidiu que meu destino seria complicado... com ELE.
Nada foi por acaso
Entre encontros e desencontros, NY, Madri e Estocolmo não seriam distância suficiente para mantê-los separados um do outro tamanha era a atração que os mantinha conectados há anos. Agora, eles se encontram na última fase do jogo, na qual as peças do dominó caem sem controle.

O que falar do 6º livro dessa série que amamos tanto! É lindo! Conhecemos a história do Benjamin (no meu ver) talvez o mais galinha que o clube possui, ele é lindo, é rico e bondoso entre outros adjetivos. Ele possui uma ‘amiga’ chamada Greta que eu não a engulo e tenho certeza que no futuro iremos ter grandes problemas com ela. (Entendedores entenderão).  Greta é uma amiga com certos benefícios um tanto quanto peculiares. Ela e Ben viajam junto para Madrid, participam das reuniões ‘secretas’ de Ben com as encomendas. De fato, eu não gosto dela.
E conhecemos também nessa história Kim, irmã de nada mais nada menos de Alexander e amigo inseparável de Sebastian, que guarda um amor de adolescentes escondido a sete chaves por Ben.

Kim é sucessora de todo negócio da família, uma mulher leal, porém fadada a um noivado fracassado. 



No decorrer da história, vimos o quanto que o destino pode ser uma grande roleta russa, se você acerta, tudo pode dar certo, agora se erra, o bicho pega.

É exatamente assim que acontece com o livro, entre idas e vindas Ben e Kim se descobrem que sempre se amaram escondidos e nunca demonstravam nada por conta de Alec, o irmão de Kim e também participante do clube 13, e por saber todo o histórico de Ben, e não pode nem sonhar em ver a irmã com qualquer membro do clube 13, em especial Ben.



Mas a vida é uma caixinha de surpresas e o destino juntam esses dois que foram feitos um para o outro e não há nada que possa separá-los. (Nem mesmo a peste da Greta). 



Porém, nem tudo são flores, Alec descobre que Ben e Kim estão juntos e estão apaixonados, e sim a 3° guerra começa na casa dos irmãos, Greta que parece ser tão boazinha começa a aprontar e as ameaças começam a surgir através de cartas. E o que pensar ? Quem é que está mandando essas benditas cartas ? Desde o primeiro livro (Gael), vimos que coisas estranhas acontecerem e cada vez que um dos membros são atingidos alguém por trás está comemorando, mas o que ? E o melhor quem ? E por que ?

Enfim, não vou me prolongar mais,mas vou dizer que o final desse livro é daquele tipo que te deixa espirrando purpurina e exalando rosas, porque é amor! Aquele amor puro que cresce e amadurece e você se vê suspirando nas páginas finais. 

O clube 13, mantém suas atividades! E Hard Drive vem aí.

E você, tá lendo ?

E-book -> Domino - Amazon



quarta-feira, 11 de julho de 2018

Resenha - Filha da Ilusão


Livro: Filha da Ilusão
Autora: Teri Brown
Editora: Valentina
Páginas: 288 páginas
Nota: ★★★★

Sinopse: Ilusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini - ou pelo menos, é o que Marguerite alega - os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truque mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro. Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar?

Posso começar dizendo que eu estou dando muita sorte nas minhas ultimas leituras, pois todos esses livros estão sendo maravilhosos, e a minha lista do TOP no final do ano, vai ser complicadas escolher apenas 10!

Sabe aqueles livros que caminham entre uma linha tênue entre o que verdade e o que é mentira, e entre o que é imaginário e o que você realmente acredita, eu amei, e é o tempo inteiro o livro te colocando em provas e fazendo você duvidar do que pode ser realmente verdade ou que é apenas ficção. Neste livro conhecemos a história de Anna Van Housen, filha de uma mágica charlatã, cujo o relacionamento com a filha nunca foi o amor entre uma mãe e um filha, Marguerite Van Housen sempre tratou Anna como se ela fosse apenas sua assistente e sempre sabotando a filha mesmo que inconscientemente e sempre dizendo que ela (Anna) é uma filha ilegítima do famoso ilusionista Houdini, e enquanto a mãe que é uma charlatã Anna possui verdadeiros poderes e dons, ela é médium e tem o dom de ser a melhor ilusionista. Porém Anna sempre escondeu de sua mãe seus dons, tendo em vista o relacionamento complicado entre as duas, entre os espetáculos de mágica e sessões secretas de espiritismo, acabamos no deparando com a primeira revelação de Anna sobre estar conectada com um espírito, a cena descrita através do Oujia é de tirar o folego, você fica sem ar até que tudo se resolva, e foi surpreendente.

Por que meu relacionamento com minha mãe se parece mais com um jogo de xadrez do que com uma interação normal entre mãe e filha. “


Como já dizemos Anna, esconde seus dons a sete chaves e parece que com a chegada de Code um vizinho com estranhas manias parecem aguçar sua curiosidade, entre o que é real e o que é mentira Code e Anna começam a ser amigos com certos segredos, até um exato momento, porém com a proximidade de Code seus dons se intensificaram e ficam cada vez mais 'descontrolados'.

Com o decorrer da história, descobrimos que Cole o tempo todo estava tentando 'ajudar' Anna, pois por ela ser uma médium/ilusionista verdadeira há muitas pessoas más intencionadas, que podem fazer atrocidades com ela. Sua mãe é aquele típico personagem que se morresse não iria fazer falta alguma (pronto falei – sem filtro). Preciso destacar os episódios em que Anna tem contato com os mortos, que cena! Não, não dá medo, mas é chamativo e a narrativa é perfeita, a autora conseguiu descrever com perfeição.


Meu coração palpita na aterrorizada expectativa do que está por vir. As visões nunca são imagens bonitas com final feliz. Quando estou dormindo, posso interpretar esses episódios como pesadelos, mesmo sabendo que não são. Quando estou acordada, sou submetida à excruciante experiência na integra". 

Quanto ao final, a autora foi tão perspicaz que conseguiu criar uma ilusão dentro de uma ilusão, não entendeu o que eu quis dizer? Leiam esse livro, é aquele tipo de livro que você começa e não consegue largar. Uma mensagem bem legal desse livro é sobre os pré-julgamentos que todos nós fazemos de uma pessoa, as vezes aquela pessoa que você menos espera é aquela que vai te estender a mão, e outras aquelas pessoas que diz estar sempre com você é aquela que vai fazer de um tudo para tirar o seu chão e ver o seu fracasso.

Leiam, leiam e leiam é só o que eu tenho a dizer para vocês. 

E você, tá lendo ?

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Resenha A Luz através da Janela

Livro: A Luz Através da Janela
Autor: Lucinda Riley
Editora Nova Conceito
Páginas: 542


Que livro!!!!
Na verdade esse livro estava na minha estante a 5 anos!!! Ganhei de um aluno e logo que ganhei comecei a ler, mas, não rolou. Ficou lá abandonado!!! Até que esse ano resolvi desencalhar os calhamaços e ler os livros com 500 páginas ou mais. Bingo!!! Fui obrigada a pegar esse livro já meia desanimada....
O que eu não esperava aconteceu!!! O livro é sensacional!!! Como eu não consegui ler na época????
Vamos para a França, na segunda guerra mundial, conhecer Emilie De La Martinièrs, uma menina (mulher) doce e insegura que fica órfã e herda uma grande herança, pois, é a única pessoa viva dessa família de aristocratas da França. Com a morte da mãe Emilie irá ter que administrar os bens da família, mas, antes terá que conhecer seus antepassados. Então viajando para o passado vamos conhecer Constance Carruthers ou Connie, uma mulher corajosa, apaixonada pelo seu país e que irá enfrentar o doloroso momento da Segunda Guerra Mundial. Presente e passado se alternam nessa história.

" Conhecer seu passado é a chave para libertar seu futuro".

Ao chegar na França com a intenção de simplesmente vender tudo, Emilie vai visitar o Chatêau de seu pai, e a lembrança do amor que seu pai sentia por aquele lugar a impede de vender.
Nesse momento em que está frágil e carente, surge Sebastian Carruthers, dizendo conhecer a avó de Emilie, Constance Carruthers e pedindo para conhecer o Chatêau... Nós já sentimos um cheirinho de confusão, de falsidade no ar, mas Sebastian irá ajudar Emilie a tratar de algumas burocracias e com isso começa a ganhar sua confiança.
A primeira coisa a fazer é reformar o chatêau e a partir daí somos levados ao passado da família de Emilie....
Que época triste, terrível, quantos abusos, quanta mentira, quantos inocentes morreram, foram torturados... Mesmo nesse cenário encontraremos a amor, a amizade....
É impossível largar o livro, sabe aquele friozinho na barriga...
A autora Lucinda Riley nos deu de presente personagens incríveis, muito bem elaborados, e descreve o cenário com detalhes, realmente nos levando para uma viagem ao passado.

Essa leitura faz parte do Projeto Lendo Calhamaço e é uma parceria com a Claudia do Blog Mãe Literatura

E você Tá Lendo?

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Projeto Clube 13 - Livro #5 Anonimat


Projeto Literário: Clube 13

Livro #5 – Anonimat
Autora: Barbara Biazioli
Editora: Independente
Páginas: 319
Nota: ★★★

Sinopse: Um dia da Caça, outro do Caçador...
Acostumado a ser quem ditava as regras no jogo da sedução, Ramon Avellar, um dos membros do infame e secreto Clube 13, se surpreende ao encontrar um par à altura.
Uma única noite. Sem nomes. Sem passado. Sem futuro. Anonimato. Mas a noite perfeita deu as boas-vindas a uma manhã com gosto de fel e deixou seu sangue latino fervendo. Era só uma questão de tempo até que ele a encontrasse.
Entretanto, na busca para reparar um ego ferido, ele encontrou mais do que esperava: seus pensamentos estavam nela; sua vida não mais lhe pertencia e seu anonimato prazerosamente se transformou em seu maior orgulho de exibição.
A Maldição do Clube 13 acaba de se instalar!

No quinto livro da série, conhecemos o Rei da sedução Ramon Avellar, o galã sedutor, que sempre dizia que nunca iria se amarrar, era sempre apenas uma noite e as reuniões periódicas do enigmático Clube 13 em Madrid. Abominava o que tinha acontecido com o Evan e o Sebastian. Até que o destino o pregou uma peça e ele conheceu aquela que iria mudar a sua cabeça e dar uma reviravolta em sua vida.

“olha aí a epidemia se espalhando, primeiro foi o Evan, depois o Sebastian, eu não quero ser o próximo, parece que somos peças de dominó enfileiradas, caindo uma a uma...”.



E quem é essa mulher que foi capaz de pegar o casanova Ramon Avellar, lhe apresento Christen um CEO (mulherão da porr#), que ao descobrir que seu noivo sempre a traía, ela resolveu tirar a dúvida e todas as provas e foi atrás do embuste daquele noivo de araque. E aí quem ela conhece no meio caminho o nosso galanteador Ramon, e como se não bastasse o nosso Deus grego, ops espanhol, ele a salva de levar uma bofetada (sim, o embuste queria bater na Christen!) e os dois acabam tendo uma noite no anonimato, sim meus queridos, nenhum dos dois sabem quem é quem!  Essa parte do livro é deliciosa, porque na manhã seguinte o nosso casanova se sente usado, pois a Christen foi embora deixando tudo ‘pago’, no hotel e ele se sente como se fosse um garoto de programa... hahahaha ... Queridinho, um dia da caça e o outro do caçador!



E no decorrer dessa deliciosa história, os dois vão se envolvendo e segredos vindo a tona, com o passado escuro de Christen e o misterioso clube 13, e no que era apenas uma atração acaba se transformando em amor ... e vemos mais uma vez aquela típica cena que o bad boy delicious que diz que nunca vai se apaixonar, e acaba caindo de amores, e é capaz de mover céus e terras para ter a sua amava, até mesmo se tratando do clube 13. O mais gostoso dessa história é que os personagens não são como na maioria dos livros, eles sabem o querem, sabem o que estão fazendo, e o melhor de tudo não perdem a essência.



E aí será que a maldição do Clube 13 está instalada? Vamos conferir no próximo livro!

Afinal, o clube 13 mantém suas atividades a todo vapor!

E você, tá lendo?

Link, para comprar o ebook -> Amzon ebook



quinta-feira, 5 de julho de 2018

Resenha - O destruidor de corações - MMA Fighter #1


Livro: O destruidor de Corações – Livro #1
Autora: Vi Keeland
Editora: Charme
Páginas: 275 páginas
Nota: ★★★★

Sinopse: Não importava que o árbitro tivesse considerado que aquele tinha sido um golpe limpo. Nico Hunter nunca mais seria o mesmo. Elle tem uma boa vida. Um trabalho que ela ama, um apartamento grande, e o cara que ela está namorando há pouco mais de dois anos é um ótimo partido. Mas sua vida é chata... e ela se esforça para mantê-la assim. Muitas emoções são perigosas. Seu próprio passado é a prova viva do que pode acontecer  quando você perde o controle. Então Nico entra no escritório de Elle e tudo muda...para ambos. Mas o que o lindo lutador  de MMA, tatuado e com um corpo de tirar o fôlego pode ter em comum com uma advogada muito controlada? Muito mais do que eles esperavam.



O que falar dessa autora? Eu a conheço a pouco tempo e já a considerado pacas J...
Conhecemos nessa história de um lutador de MMA que no passado em uma de suas lutas acaba levando a óbito o seu adversário, porém o que a mídia lançou é que Nico foi o responsável por sua morte, porem numa pequena nota de rodapé saiu o verdadeiro motivo da morte do oponente de Nico, ele (o outro lutador) estava com uma bomba relógio em seu cérebro e a luta foi o start para a sua morte.



Porem anos se passaram após esse episódio e fez com que Nico nunca mais entrasse num ringe para lutar, agora ele se dedica 100% a treinar novos lutadores. Até que uma solicitação (do Nico) de quebra de um contrato de um seus patrocinadores o faz ir a um escritório de advocacia solicitar ajudar.  E lá encontramos Elle uma advogada, que tem tudo em sua vida na mais perfeita paz, um emprego estável, um ‘namorado gatissimo’ (eles não se consideram namorado, porque só se encontram apenas 1x por semana), mas que ela não ama, está com ele apenas por conveniência e por dar a ela a estabilidade emocional que ela tanta necessita. Só que com a chegada desse novo cliente (Nico), algumas regras precisam ser quebradas.



E quando Elle e Nico se encontram as faíscas rolam soltas, sabe aquela química que é de cara, você sente na escrita da autora e não é como muitos livros que do nada a pessoa já acha que é a alma gêmea, neste não, vemos a construção da atração se edificar em amor.



 Vi Keeland, conseguiu descrever tão bem o ambiente de MMA o que realmente acontece numa luta que em muitas vezes conseguimos até ouvir o cara do famoso IT’S TIMMMMEEEEE!



Só que nem tudo são flores, claro que temos o fato do passado de Elle que é devastador e num segundo o passado volta ao presente e só com a ajuda de Nico, Elle vai conseguir se reerguer. Mais uma vez Vi Keeland, me conquistou com sua escrita e sua história!!! Então leiam, porque vocês vão amar, assim como eu!!!

E você, tá lendo?

terça-feira, 3 de julho de 2018

Resenha - Louco por você


Livro: Louco por você - #7 – Série New York
Autora: Elizabeth Bezerra
Editora: Editora Bezz
Páginas: 408 páginas
Nota: ★★★★

Sinopse: Farto de mulheres temperamentais e voluntariosas, Liam deseja mulheres mais maduras. Alguém que apreciasse um bom jantar, tivesse uma conversa agradável, que retribuísse o carinho e acolhimento de sua família e gostasse de crianças, principalmente de suas endiabradas sobrinhas gêmeas. Alguém em que a carreira fosse importante, mas não mais do que as pessoas que amava. Que achasse graça de suas piadas, mas que o fizesse rir também. Existiria alguém assim? Para ele soava improvável. Até conhecer Julienne e se dar conta de que ela era tudo isso. Ela carregava o frescor da juventude e inocência, mas também representava tudo o que ele pensava querer evitar no momento. No entanto, driblar a atração que ela exerce sobre ele não é fácil.... Principalmente quando Julienne é tão irresistível e parece completá-lo de todas as formas. Liam tinha descoberto tarde demais o amor ou ainda haveria tempo de provar o quanto era louco por ela?

Antes de começar a falar do livro, queria dizer que esse foi o meu primeiro contato com a autora e fiquei muito feliz, que livro leve, escrita suave! Que surpresa boa!
Esse é o 7° livro da série New York, e que conta a história de Liam um doutor BBG (bonito, bondoso e gosto**), e Julienne uma menina arretada do Texas que vê sua vida virada do avesso após a descoberta de um segredo de família, vou fazer uma breve apresentação dos personagens:

Julienne, uma menina-mulher, que vive numa fazenda com seu pai e seus irmãos, ao estilo Maddox (superprotegida pelos irmãos, e que nunca pode fazer o que realmente deseja, sempre privada de ir para lugares, podada de namorar porque seus irmãos sempre estavam lá atrapalhando o andamento do negócio), só que ao invés de lutadores de MMA que vemos no Maddox, temos o cenário de cowboys e que na minha opinião me chama mais atenção ... rs. Após a descoberta de uma irmã, com o passado perturbado diria, ela resolver fugir para Nova York e ficar no apartamento da prima Penélope que até então era a namorada do Adam, mas com confusões e história mal contadas os dois acabam se separando deixando-a no pior momento de sua vida, ela está grávida e Adam simplesmente rejeita a criança (idiota), com uma gravidez de risco Penélope resolve voltar para fazenda e deixando Julienne com o apartamento em Nova York, para que ela possa trabalhar e assim conseguir entrar em uma universidade e o principal amadurecer!

Liam, irmão do ser Adam, que abandona Penélope (sim, estou com ranço dele), um doutor muito bondoso, que ama o que faz, e apaixonado por crianças, namorava uma modelo chamada Nicole que era a reencarnação da megera da bruxa má, e resolve ir para a Europa, pelo o que eu pude perceber o relacionamento entre Liam e Nicole, era muito mais ‘carnal’ do que realmente amor, ela nunca o amou de verdade, era mais para ter um status de noivo do que o relacionamento em si.

No começo do livro quando Liam encontra com Julienne é uma das cenas mais engraçadas, pois é farpa para todo lado, e uma atração avassaladora, porém nenhum dos dois dá o braço a torcer. Com o decorrer da história vemos o amadurecimento dessa atração em amor, no quanto um pode se doar em prol do outro sem pedir nada em troca.
Julienne não dá o braço a torcer que está gostando cada vez mais do Liam, e tenta esquece-lo trabalhando arduamente numa cafeteria, até que um concurso de dança pode fazer tudo mudar, no concurso o vencedor ganha a bagatela de US$ 10,000 dólares, o que a ajudaria para entrar na universidade, porém seu parceiro de dança e também amigo de Liam, Noah acaba sofrendo um acidente na cafeteria e acaba não sendo o melhor par para Julienne, vendo a oportunidade diante de si, Liam, não pensa duas vezes em assumir o lugar de Noah neste concurso de dança, e é a partir daí que vemos o companheirismo e a compaixão para ambos. É inegável o sentimento de um pelo outro e demora um pouco até que dois se entendam, mas foi bem bonito ver a cena que os dois se entregam, não é como os livros que lemos, que é tudo muito ‘seco’ há amor e a cena em si é linda não erotismo desmedido, mas amor na proporção certa.

Como tudo não são flores, quando tudo parece estar bem, acontece uma repentina fuga de Neil e Jenny que pode colocar o relacionamento entre Liam e Julienne a prova, além do segredo que Julienne guarda de Penelope que tem um filho com Adam que Liam não sabe, Liam esconde essa história da fuga a sete chaves de Julienne. Temos aquele nó garganta na reta do livro, porque estamos torcendo e muito pelo casal para que se acertem e fiquem juntos novamente, mas tudo parece ao contrário, até que um grave acidente acontece e a história tem seu curso mudado.

Se eu vou querer ler a série? Com certeza! Já fui na amazon e peguei os livros em ebook para deixar na minha wish-list e assim poder conhecer mais os personagens que me cativaram tanto.

E você, tá lendo ?