segunda-feira, 4 de junho de 2018

Resenha Uma longa viagem a um pequeno planeta hostil



Livro: A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil
Autor: Becky Chambers
Editora: Darkside
Páginas:  345

Ainda bem que existem os grupos de leituras em conjunto, que nos obrigam a sair do comodismo e a ler um livro que digamos, em condições normais, eu nunca teria lido!!!
Primeiro livro lido no ano de ficção cientifica ouso dizer que é umas das capas mais bonitas na minha estante.
Esse não é meu gênero preferido, mas, como já falei foi leitura do Clube do Livro dirigido pela Nathy do Ig Morando em Pasargada, tínhamos que ler em 30 dias e ao final do mês, aconteceu um debate feito pelo watsapp.
Bem o livro não conta a história de um único personagem , mas, de alguns e isso dificultou a leitura pois em vários momentos me perdi, não sabia quem era quem o que eram... Depois fui me apaixonando por alguns e a leitura fluiu...
Vamos para uma viagem na Andarilha, uma nave responsável por cavar tuneis no espaço... Já achei a história louca a partir da primeira página...


E os tripulantes dessa nave, não são necessariamente humanos, mas, seres de outros planetas, inclusive nosso extinto Planeta Terra. O livro é super descritivo, o que possibilita você ir construindo os personagens mentalmente, personagens esses complexos, com sentimentos e problemas comuns aos nossos, o que fez com que em vários momentos eu refletisse sobre alguns sentimentos e até mesmo alguns preconceitos...
" Não julguem outras espécies pelas suas próprias normas sociais".  Pág. 29


 E nessa viagem vemos que todos estão em busca de algo... E a difícil tarefa de conviver em grupo... O livro usou seres de outros planetas, mas, o que ficou claro, é o quanto somos preconceituosos e muitas vezes egoístas... E o que acontece quando estamos dentro de uma nave no meio do nada...
Pois é, temos que encarar, aprender, ensinar, reconhecer o nosso erro fazer o outro ver onde e porque esta errado... Não é fácil..
"Além disso, do que adianta falar com espécies diferentes se voce não se dá ao trabalho de aprender a língua delas?" Pág. 39
Então? E o quanto estamos dispostos no nosso dia a dia a conhecer quem está do nosso lado, do que essa pessoa precisa, se nem nos damos ao trabalho de olhar para ela...


A histórias trás personagens cativantes, com histórias de vidas diferentes, com um mesmo objetivo: Se encontrar e se reencontrar, perdoar e se perdoar!!!! E creio que esse livro nos traga uma mensagem simples, objetiva: aprenda a respeitar e a conviver com as diferenças...
Lembrando que respeitar não é aceitar!!!

" O universo é aquilo que fazemos dele. Cabe a você decidir que papel quer desempenhar." Pág. 184

Concordo que essa resenha não esclareceu a história, mas, confesso que minha intenção também não é esclarecer nada, mas, convidar vocês a embarcar nessa nave, e a se encontrar e se aceitar...

E você Tá Lendo?



Nenhum comentário:

Postar um comentário