segunda-feira, 25 de maio de 2020

Resenha - Felicidade Incurável

Livro: Felicidade incurável
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 242 páginas
Nota: 💓💓💓💓💓

Sinopse: Em seu novo livro de crônicas, Fabrício Carpinejar anuncia: é chegado o momento de propor a felicidade... e uma felicidade incurável. É aquela que nunca está reunida em um único lugar; que nem a tristeza consegue levar. A felicidade incurável contraria diagnósticos e medos, supera fobias e traumas e não se diminui perante o pessimismo dos outros. É aquela que não adoece. Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa apaixonada e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Um atlas do que Carpinejar acredita ser um relacionamento, Felicidade incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade e sugere: seja feliz por uma questão de justiça pessoal.

Eu sempre ouvi muito falar sobre esse autor, mas nunca tinha tido a oportunidade de ler, e nessa quarentena, muitas editoras estão colocando livros para download gratuitos, e esse foi um deles...

O que falar desse livro, simplesmente maravilhoso, Carpinejar sabe traduzir as emoções e conflitos familiares e pessoais em várias crônicas neste livro magnifico. No decorrer das crônicas nos sentimentos como se estivéssemos em uma roda de amigos conversando sobre os mais diversos assuntos e ao mesmo tempo escutando bons conselhos.

São crônicas muito perspicaz e de uma abordagem magnifica, e tem aquela visão realista e ao mesmo tempo extremamente divertida. Difícil colocar em uma resenha um livro desse tipo, pois todas as crônicas são fantásticas, vou tentar colocar aqui o que eu mais gostei aqui alguns trechos ...

"Felicidade é intensidade. É se pôr inteiro no lugar em que você está, não no minuto anterior, nem no próximo minuto. Inteiro: beber o tempo que a sua boca pode beber, não beber com os olhos ou com os ouvidos, que bebem o infinito e se afogam. Não querer tudo, querer o que se necessita. Porque a ansiedade não é esperança, é agredir o instante." (from "Felicidade incurável" by Fabrício Carpinejar)

Então eu posso falar que finalmente eu carpinejei!!! Carpinejar é tão aclamado que até já virou verbo, suas obras são sempre muito elogiadas e é comum vermos frases marcantes do autor espalhadas por aí.

"O porta-retratos sinaliza o nosso pertencimento a um lugar. Sem ele, somos turistas em nossas casas. Sem ele, podemos partir a qualquer hora. Sem ele, não temos laços e raízes, não cultivamos a nostalgia um pouco por dia." (from "Felicidade incurável" by Fabrício Carpinejar)

Ah, uma excelente leitura nessa quarentena, super recomendamos!!




E você, tá lendo?

terça-feira, 19 de maio de 2020

Resenha - O Garoto Quase Atropelado

Livro: O Garoto Quase Atropelado

Autor: Vinicius Grossos

Editora: Faro Editorial

Páginas: 271




Nossa primeira leitura de março!!! Vamos conhecer um garoto sem nome e alguns dos diversos problemas que enfrentamos na adolescência...Falando assim parece uma historinha banal, rasa...

Esqueçam, esse livro é incrível...Assim como o autor...No seu quarto livro publicado Vinícius continua um "fofo", atencioso, sorridente...Um escritor maravilhoso!!! E nós tivemos o prazer de conhecer...


O livro que vamos ler é um diário do garoto que após a morte de seu melhor amigo entrou em depressão, e por sugestão de seu psicólogo começa a escrever o diário...Dizem que quando escrevemos tiramos um peso das costas, e eu supor concordo, é libertador escrever...


E como esse amigo morreu vamos descobrir durante a leitura e confesso que fiquei bem abalada...Por que não é algo que acontece apenas nas histórias, isso acontece com pessoas bem próximas a nós e muitas vezes não ficamos nem sabendo...As vezes vemos o outro sorrindo e achamos que esta tudo bem, mas, todos somos especialistas em usar máscaras...

Com a depressão o garoto não sai de casa, vive enclausurado...Mora com a mãe e o irmão... E imagino o desespero dessa mãe e a insistência para que ele sai, vá fazer amigos, ou seja, discurso de mãe...

O garoto cede a pressão e vai dar uma volta, e é nessa volta que é quase atropelado! E pasmem ficará enfeitiçado pela "cabelo de raposa", apelido que a garota que quase o atropelou ganha...

O destino sempre resolve dar uma ajudinha e eles voltam a se encontrar...Dessa vez a "cabelo de raposa" estará acompanhada de dois amigos...

A partir dai nasce uma linda amizade!!!


Juntos os quatros vão tentar superar os problemas como rejeição, depressão, bullying...

Ao terminar a leitura confesso que me senti atropelada...


E você Tá Lendo?

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Resenha - O Jogador

Livro: O Jogador
Autora: Vi Keeland
Editora: Editora Charme
Páginas: 304 páginas
Nota: ⚽⚽⚽

Sinopse: Na primeira vez que encontrei Brody Easton ele estava no vestiário masculino. Foi a minha primeira entrevista como jornalista esportiva profissional. O famoso quarterback decidiu me mostrar tudo. E, por tudo, não quero dizer que ele me disse algum de seus segredos. Não. O idiota arrogante decidiu deixar cair a toalha quando fiz a primeira pergunta. Na frente da câmera. E o famoso ganhador do Super Bowl rapidamente adotou um novo hobby: me provocar.
Quando o afastei, ele desistiu de só me provocar e resolveu que queria transar comigo. Mas eu não saio com jogadores. E não é porque sou uma das poucas mulheres que trabalham no mundo do futebol profissional. Eu posso namorar um jogador. É outro tipo de jogador que eu não namoro. Você conhece o tipo: boa aparência, forte, arrogante, sempre querendo ficar com alguém.
Brody Easton era um verdadeiro jogador. Toda mulher queria ser a que iria mudá-lo. Mas a verdade era que tudo que ele precisava era de uma garota por quem valesse a pena mudar. De repente, eu era essa garota. Simples, certo?

Ahhh quarentena ... você está trazendo tantos e-books bacanas ... e esse foi um que assim que soube baixei na hora e comecei a ler, a pouco tempo tinha descoberto essa autora, e posso dizer ... que escrita bacana que a Vi possui.
Neste livro conhecemos a Delilah Maddox uma jornalista esportiva que ama seu trabalho, e com bônus ela conseguiu a promoção de entrevistar os jogadores nos vestiários dos jogadores ... e é aí que ela conhece Brody Easton que é o grande ídolo da vez ...porém no começo temos um certo ranço dele, pois ele é tão presunçoso, tão cheio de si que acaba enchendo o são ... Vale ressaltar que a autora frisa bem o quanto a Delilah precisa ser perfeita no cargo que exerce, pois infelizmente ainda é muito machismo para certas profissões. E é quando ela entrevista o Brody que ela consegue fazer com que sua carreira decole, e depois de uma insistência ela concorda em sair com o Brody e os dois começam um relacionamento.

E como todo livro o relacionamento de dois tem altos e baixos, imagina você namorar um jogador famoso, o queridinho dos famosos e dos holofotes ...
Uma coisa bem bacana desse livro é que a autora frisa muito bem que toda a história tem dois lados, e que todo mundo tem o direito de falar a sua versão ... nós já sabemos como esse livro acaba, pois adoramos um clichê ainda mais tempos tão difíceis no qual todos nós estamos passando.
Vale a pena ler um livro assim, leve, engraçado a receita ideal para o qual não temos que esperar pelo pior em cada página.

Ah, opinião pessoal, eu não gostei da capa, tudo bem que tem o contexto do jogador, mas não precisava ser assim ... mas como dito no começo da frase é a minha opinião ... acho que temos como passar a mensagem do livro sem ter que expor dessa forma.

Fiquem bem!


E você, tá lendo ? 

sábado, 9 de maio de 2020

Resenha Me poupe

 Livro: Me Poupe
Autor: Nathalia Arcuri
Editora: Sextante
Páginas: 176







 Oi gente como vocês estão!!!
Hoje é o nosso décimo terceiro dia em casa!!! Ufa, a cabeça esta a mil e em meio a esse verdadeiro caos (bem, hoje é dia 01/04, não sei quando essa resenha será liberada...), a Amazon esta disponibilizando vários e-books gratuitos...Realmente sou grata por essas iniciativas e tenho certeza, que estão ajudando muita gente a pensar em outras coisas...Bem assim esperamos!!!

Confesso que não conhecia a Nathalia, nunca tinha ouvido falar, mas, estava gratuito, é nacional, então baixei, literalmente as cegas... Descobri que a Nathalia é jornalista por vocação  e economista por paixão...


Achei bem propicio para o momento em que estamos vivendo, um caos financeiro instalado, pois vamos conversar sobre dinheiro, e uma das coisas que adorei entre outras (tá gente, eu gostei do livro todo) foi  o momento  que ela explica a diferença entre guardar e poupar e o mais triste foi descobrir que tenho guardado, ou seja, estou fazendo tudo errado.
 


Resolvi dar uma chance, para mim, pois, ela não preciso e mergulhei no livro... E para minha surpresa, adorei !!!

De uma forma simples e em alguns momentos até engraçado, ela vai nos dar dez passos para aprendermos a não ficar mais sem dinheiro...Lógico, que isso só depende de você, mas vamos ter muitas dicas e essa leitura possibilitou que  eu enxergasse o que tenho feito com o meu dinheiro e por onde ele anda escapando...
 
Durante o bate papo, porque é essa a impressão que tive, ela vai contar como tudo aconteceu, os primeiros passos até chegar a ser a Mulher que é hoje!!!

Além de várias dicas, o livro conta com planilhas, exemplos de situações reais e exercícios, que espera-se que você faça e leve a sério...
Fiz alguns desses exercícios e realmente descobrir que sofro de dinheirofobia, mas que tem cura!!!

 Super concordo!!! Apenas eu posso mudar ou continuar na mesma, ou seja, eu tenho literalmente o "poder" em minhas mãos e só eu posso dar o primeiro passo...

Ela também é Youtube, e o canal é hilário, super recomendo!!! Eu já virei fã!!!

E você Tá lendo???