quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Resenha - A Garota que bebeu a lua

Livro: A Garoa que bebeu a lua
Editora:Galera
Páginas: 307









Essa leitura foi realizada graças ao projeto Livro Viajante que o Farofa Literária organiza e foi minha leitura de dezembro de 2019. O livro vai para nove pessoas junto com um caderninho e um livro presente, a pessoa escolhe um livro até 30 reais, lógico manda algumas opções e lá vá nós!!!

Já tinha visto o livro e me apaixonado pela capa, agora posso dizer que me apaixonei pela história também...
A história nos mostra como o conhecimento em mãos erradas é capaz de destruir e aprisionar...
"Para começar não há necessidade de ir à escola. O objetivo dessa estrutura é abrigar e distrair aqueles que não tem futuro até alcançarem idade suficiente para trabalhar em beneficio do Protetorado". Pág. 40
Fica a dica: Troque a palavra "protetorado" por  outra... 

Temos aqui como gênero a fantasia, mas é um tapa para a nossa sociedade...É necessário ler nas entre linhas
Você irá conhecer a cidade de Protetorado, uma cidade onde a tristeza impera e são comandados por um conselho de anciãos... Uma vez por ano é oferecido um bebê para um sacrifício...Eles levam o recém nascido para a floresta, pois, a "bruxa" assim deseja...Ninguém da cidade viu a bruxa, ninguém sabe se a história é verdadeira, mas ninguém tem coragem de interrogar o Conselho e a cada ano uma família entrega seu filho para o sacrifício, sem lutar ou ao menos perguntar...É assim, sempre foi...

Até que surge Atain, um guardião em treinamento...Ele não se contenta em simplesmente dizer sim, ele quer saber o por quê do por quê, e então começa a incomodar...
"...Afinal ideias são perigosas." Pág. 184

O que é certo é a existência de uma floresta e de uma bruxa!!!


Foto do Pinterest

E todo ano a "bruxa" resgata uma criança abandonada, a alimenta e encontra uma doce família para cuidar dessa criança e se questiona, porque as pessoas são tão cruéis a ponto de abandonar um recém nascido na floresta..

Não basta se contentar apenas com uma versão da história, é necessário ir atrás, conhecer a outra parte...Ok! Dá trabalho, podemos descobrir que fomos enganados por pessoas que são tão próximas a nós...
Mas o que prefere???


segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Resenha - Teto para dois - (The Flatshare)

Livro: Teto para dois (The Flatshare)
Autora: Beth O’Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 400 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.
Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.
Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.
Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Esse é aquele livro, despretensioso, mas que te surpreende a cada nuance da história, neste livro conhecemos Tiffany ela trabalha em uma editora de livros e logo de cara a vimos em uma situação que com certeza já passou por sua cabeça ou que você conhece quem já passou por isso ... Tiffany mora(va) com o namorado (bicho-escroto) Justin, e ele pede para que ela saia, afinal ele a trocou por outra. Porém como Tiffany não tem dinheiro, tudo o que ela consegue que encaixa no seu salário ou é em lugares péssimo ou extremamente longe, e tudo fica muito inviável para ela. Então ela vê no jornal um anuncio para dividir o apartamento no bairro central de Londres.
Porem o acordo com esses dois é a coisa mais absurda que existe, Leon que mora no apartamento e precisa de dinheiro trabalha no período da noite e a Tiffany trabalha no período diurno, e como o apartamento só tem um quarto, o acordo foi: Tiffany dorme na cama no período da noite e sai para o outro dia para trabalhar e quando Leon chega do hospital ele dorme no período diurno. E todo esse acordo não foi feito entre Tiffy e Leon mas sim pela namorada de Leon a intragável Kay.







E como toda mudança ela chega carregada de coisas e é o que acontece com os dois, Tiffy com suas coisas aleatórias, e o único jeito dos dois se comunicarem é através de post-it. E confesso que esses post-it são engraçados e com o passar do tempo se tornam cada vez mais íntimos, pois ambos começam a compartilham anseios, conselhos e confidencias e mesmo com tudo isso eles nunca se encontraram.

Um ponto muito legal nesse livro é como é abordado o abuso psicológico, e conseguimos enxergar nitidamente de ambas as partes (tanto o quanto a Tiffy sofreu e quanto o Leon sofreu com a Kay, pois ela o manipulava também) e também é retratado a injustiça de um homem preso injustamente, mas calma, esses temas não foram jogados no ar, tem uma trama extremamente coerente e muito bem escrita.

Por fim, eu super recomendo o livro Teto para dois, pois é um livro divertidíssimo mas com abordagem importante para temas tão em alta.


E você, tá lendo?



terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Resenha - Ser ou Ter - eis a questão

Livro: Ser ou ter – Eis a questão
Autor: Manolo Quesada
Editora: Petit Editora
Páginas: 144 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: A certeza de que conquistaremos a evolução um dia é que nos faz caminhar e tentar, a cada nova oportunidade de encarnação, crescer como indivíduos, com mais conhecimento e valores adquiridos. Mas, para que isso se concretize, é preciso ter liberdade de ação. Deus, que nos conhece até o mais íntimo de nossa alma, que nos oferece tudo de que necessitamos, sabe que ninguém gosta de caminhar dentro de uma camisa de força, sem livre-arbítrio. O autor aborda, neste livro, justamente isto: nossa relação com o dinheiro nem sempre é feita de maneira livre e com bom senso. Muitas pessoas, em vez de usá-lo com liberdade, preferem escravizar-se a ele. Conscientes de que todos desencarnaremos um dia, é preciso encarar o dinheiro como algo que apenas usufruímos num momento transitório de nossa existência. Após deixarmos a existência terrena, levaremos conosco apenas o que é inerente à nossa alma, que são coisas imateriais. Nunca nos esqueçamos disso.

Comecei a ler esse livro, em um momento da minha vida no qual eu perdi um grande valor material, e sofri muito e confesso que ainda sofro, mas foi como um tiro certeiro que esse livro me tocou. Ele me fez enxergar o quanto eu sou fraca e materialista. Um bem material foi embora, mas outro futuramente virá, e não posso só ficar pensando na minha perda, estou tendo que reaprender muitas coisas, uma delas é ter paciência e saber entender o motivo que isso levou.

Eu conheci esse livro, depois de ter visto uma palestra do próprio Manolo, e ouso em dizer em que foi uma das melhores palestras eu já vi e participei, ele no seu tom brincalhão consegue explanar muito bem tudo o que vivemos e precisamos aprender.

Este livro, não é sobre um personagem ou uma história de ficção que tantas vezes lemos, o livro é quase como uma filosofia de vida, onde duras lições são dadas com passagens bíblicas e uma reflexão poderosa sobre o que você quer, que é SER ou TER.

E você, tá lendo? 




sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Resenha Um milhão de finais felizes

Livro: Um milhão de finais felizes
Autor: Vitor Martins
Editora: Globo Alt
Páginas: 351












Livro comprado por ser de autor nacional e porque sigo o Vitor Martins e acho ele um fofo! Simples assim...
O livro foi comprado em 2018 e por algum motivo ficou lá, quietinho na estante, até chegar dezembro e rolar um desafio no grupo Desafio das Estrelas, grupo do face, com  o desafio "Ler um livro lançado em 2018!!!
Sabe quando o livro te escolhe? Então, parece que o livro do Vitor saltou da estante direto para minha mão!!!
Vamos mergulhar na vida do adolescente Jonas! Ele terminou ou estudos mas por falta de grana não entrou na faculdade...
Mora com seus pais, mas vamos descobrir que apesar de ama-los o relacionamento é distante, seu pai gosta de futebol e cerveja, e sua mãe, uma dona de casa que tenta a todo custo agradar o marido. Seu prazer é ir para igreja, ajudar as "irmãs" e tenta fazer com que Jonas volte a frequentar novamente a igreja...
Jonas vive uma vida dupla! Em casa tenta parecer invisível aos olhos do pai, tenta se aproximar da mãe, mas teme decepciona-la. Só pode ser verdadeiro longe de casa, no trabalho ou com seus amigos, lá assume sua sexualidade...
A história se passa em SP, amei isso, fico me imaginando passeando na Paulista e encontrando Jonas!!!
Ah! Ele trabalha em uma cafeteria, próximo da Paulista (ou na Paulista) e é lá que encontrará uma pessoa que mudará sua vida!!!
Embora a história seja ficção, podemos sentir o quanto ela é real...Percebemos o jovem angustiado, tentando se esconder de um Deus, pois acredita ser um pecador, o medo de não ser aceito pelos pais e pela sociedade...A falta de perspectiva...Tudo isso podemos encontramos ao nosso redor, e faz com a leitura torne-se sensível, uma vontade de encontrar com Jonas e falar que vai ficar tudo bem, embora não fique, mas aprendemos a lidar com a situação, a olhar com outros olhos!
Ficamos na torcida para que outros jovens como Jonas encontre amigos que estendam aos mãos, que ofereça um ombro amigo...
O livro é narrado em primeira pessoa e de forma bem humorada!!!

E você Tá Lendo???

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

TBR de Janeiro

Demorou mas saiu!!!
Vamos conhecer nossas leituras para o mês de janeiro!!! Afinal, mês de férias...

Os desafios começaram, e lógico estamos participando de alguns, mas essa conversa é para um outro post...

Primeiro livro lido no ano!!! Sim, li em um dia...


Livro lido para o desafio proposto pela Mari do Instagram Maravilhosas Descobertas desafio I Dare You para o mês de janeiro que tem como categoria livros de suspense...E que suspense, já preciso dos outros livros desse autor...
Ganhei esse lindo no meu aniversário ,da minha prima...Já estava na minha lista e fiquei surpreendida com a história, outro livro devorado e lido em um dia, final surpreendente. Também faz parte de outro desafio que você também encontra no instagran da Mari.

Depois de leituras tensas, precisava dar um pouco de risada, e Julia Quinn é sempre a minha escolha! Também entra para o desafio de 52 semanas!!!

Queremos dar continuidade no projeto Lendo Jorge Amado em ordem cronológica!!! Tiramos uma pausa, outros livros entraram na frente, mas pretendemos avançar com o projeto...
A nossa próxima leitura!


E no meio de tanta correria vamos ficar Zen!!!

E nossas viagens continuam! Aguardem...

Beijinhos e até a próxima...

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Top 2019


Nossa última Blogagem Coletiva do ano!!!!
Na verdade deveria ter saído dia 22 como mostra a imagem mas não consegui!!!
Bem, vamos ao que interessa, pois 2019 foi um ano incrível em todos os aspectos!!! 

Eu sou a Ale e vou mostrar três livros inesquecíveis!!!


Um livro que irei levar para a vida!!!


 Não sei como explicar, mas é mágico!!! É um baita calhamaço, mas você não quer terminar...E não adianta tentar imaginar o que vai acontecer na outra página, seria algo impossível, uma história que te surpreende em cada página!!! Não temos resenha, até tentei mas nenhuma chegou a retratar o quanto essa leitura foi essencial para minha vida de leitor...


Graças aos clube de livros que participei esse ano li muito livro que não conhecia e que provavelmente não leria. Li, amei e me pergunto como demorei tanto para conhecer esse livro!!!


Essa história vai falar sobre a verdadeira amizade!!! Uma história sensível, um livro que deve ser relido...Além da história ser encantadora, arrisco a dizer que é o livro com a capa mais linda da minha estante!!!

E também houve aquele livro que comprei pela capa, sem nenhuma pretenção e quando comecei a ler foi supreendida, fiquei com uma "baita" ressaca, algumas semanas sem conseguir embalar em outra leitura pois a história não sai de mim...Mesmo agora descubro que a história não saiu, apenas não é egoísta e deixou outras entrarem também, pois sabe que o lugar dela jamais será preenchido por outro ou outras... 
Resenha
 Vou ficar por aqui, embora tiveram outras leituras incrivéis que durante o mês de janeiro vamos relembrar!!!