quarta-feira, 14 de abril de 2021

Resenha - Estrelas Além do Tempo

 


Livro: Estrelas Além do Tempo
Autora: Margot Lee Shetterly
Editora: Harper Collins
Páginas: 344 páginas
Nota: ★★★★★

Sinopse: A história fenomenal das matemáticas negras que levaram o homem para a lua Durante a Segunda Guerra Mundial, a incipiente indústria aeronáutica americana contratou matemáticas negras para suprir sua falta de mão de obra. Essas mulheres, conhecidas como "computadores humanos", continuaram trabalhando para o governo e passaram a fazer parte da NASA em uma época em que vingava a segregação racial. Elas garantiram que os Estados Unidos ganhassem a corrida espacial contra a União Soviética e lutaram para realizar o sonho americano.

É até difícil fazer a resenha desse livro, porque a vontade que eu tenho é de dizer para todos LEIAM, deveria ser leitura obrigatória na escola, porque vai muito além do que vemos no filme Hollywodiano.

Este não é um livro de ficção ou apenas um roteiro do filme, é a pesquisa feita pela autora, filha de dois cientistas e que conhece a indústria aeroespacial de perto. Não apenas ela resgatou as biografias destas mulheres esquecidas, como também intercalou com os eventos que ocorriam na sociedade e no governo dos Estados Unidos, como as marchas por direitos civis, a luta contra a segregação (que gerou a estapafúrdia frase de "separados mas iguais", o que nunca foi verdade). A West Area Computers, onde as matemáticas negras trabalhavam, não foi criada formalmente, foi um acordo verbal, já que não existe um registro ou documento oficial que comprove. Foi uma decisão baseada apenas em racismo e nas leis da segregação. Parece que estamos falando de algo tão atual não é mesmo?

É sobre a história de diversas mulheres - com enfoque - Dorothy Vaughan, Katherine Johnson, Mary Jackson - e, em paralelo, os anos dourados do NACA e NASA, a luta pelos direitos civis e a Guerra Fria.

É uma sensação maravilhosa ler um livro que conta e exalta os feitos de mulheres (NEGRAS) na ciência e engenharia aeroespacial, enfatizando que são tão capazes quanto os homens.  (We do more!!!!).

Então, minha dica é ... LEIAM ... LEIAM e Leiam ...

A minha única lamuria é por que eu não li antes esse livro ...

E você, tá lendo?

 Este post faz parte do BEDA e participam também:


Mãe Literatura;
Catarina voltou a escrever;
Mariana Gouveia;
Roseli Pedroso;
Amor pelas Páginas;
Devaneios e Poesias;
Obdulio Nuñes Ortega

2 comentários:

  1. Alê, excelente dica de leitura. Conhecer os feitos de mulheres incríveis que mesmo contra todo preconceito e discriminação, mostraram suas capacidades, talento e força contra uma sociedade machista e preconceituosa. Vou querer ler! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá Ale,
    Eu até comprei o livro para ler com uma amiga mas não consegui avançar muito. Apesar de estar gostando estava em um momento que nada fluia. Quero muito ler, deve ser sensacional.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir